tempo de oportunidades

tempo de oportunidades

quinta-feira, dezembro 01, 2016

Filled Under:

Uma partida de futebol que não aconteceu


Por Célio Barcellos
A banda mineira “Skank” liderada por Samuel Rosa, tem em uma de suas músicas o título “Uma Partida de Futebol”. Na letra, onde é cantado todo o enredo de uma partida, há uma pergunta: “Quem não sonhou em ser um jogador de futebol?”

Quem nunca sonhou em ser jogador de futebol? Certamente, você que nesse momento, lê esse singelo texto, em algum momento da sua infância ou adolescência, deve ter vislumbrado com a possibilidade de um dia defender o time do coração ou um grande clube de futebol.

Uma partida de futebol! Um avião que partiu e não retornou! Ou melhor, não chegou, se partiu...

Na madrugada de segunda para terça feira (29/11), o avião de uma empresa boliviana que conduzia a vibrante equipe da Chapecoense, para a tão sonhada final com o Atlético Nacional da Colômbia, caiu nos “Andes” colombianos, ceifando a vida de 71 pessoas. A tragédia só não foi total, pois 6 pessoas sobrevieram.

Apesar de todo esse desastre, impossível de ser reparado, o que se pôde ver de um canto a outro do planeta, foram atitudes de compaixão e solidariedade a essa tragédia. Num mundo cheio de violência, seja no real ou virtual, o que se pode notar, foi uma “Rede Social”, e pessoas realmente se comportando para o bem. Gente que  usava seu perfil para as condolências e propostas de ajuda.

 
Particularmente, um momento que me marcou bastante, foi quando o time colombiano sugeriu e declarou a Chapecoense como a campeã do torneio. Confesso que meus olhos lacrimejaram, por tamanho altruísmo. Mesmo em meio a um planeta repleto de materialismo e maldades, atitudes como essa, enobrecem o ser humano.

E um "bem" desencadeia  a outro. Foi notória, a disposição de clubes brasileiros e do exterior em ajudar a Chapecoense. Tanto em recursos financeiros, empréstimos de jogadores e até uma proposta para que a equipe permaneça na Série A do Campeonato Brasileiro pelos próximos 3 anos, independente do resultado.

Que essa tragédia sirva de incentivo para cada um de nós “fazer o bem sem olhar a quem”. Não temos o poder de interferir no tempo e impedirmos as tragédias, mas uma coisa nós podemos: Sermos melhores hoje do que nós éramos ontem.
Chorei muito!

#ForçaChape // #ForçaFamíliasEnlutadas // #ForçaBrasil // #ForçaMundo

0 comentários:

Postar um comentário